Criptos:

109

Exchanges:

10

Carteiras:

109

Capitalização de Mercado:

$2,195,842,102,027

Volume 24h:

$35,535,546,978

Mineração em Nuvem

Compartilhar nas redes sociais

O que significa Mineração em Nuvem em termos de criptomoedas?

Mineração em nuvem refere-se à prática de alugar recursos de mineração de um provedor terceirizado para minerar criptomoedas remotamente. Em vez de configurar e gerenciar seu próprio hardware de mineração, os usuários podem acessar capacidades de mineração pela internet. Na mineração em nuvem, os usuários celebram acordos, conhecidos como contratos de mineração, com provedores de mineração em nuvem. Esses contratos definem os termos e condições do serviço de mineração, como duração do contrato, potência de hash alocada e estrutura de taxas ou compartilhamento de receitas.

O provedor de mineração em nuvem opera instalações de mineração em grande escala com hardware poderoso e infraestrutura necessária. Essas instalações são acessíveis remotamente, permitindo que os usuários se beneficiem dos recursos de mineração do provedor sem a necessidade de equipamento físico. Os usuários compram ou alugam uma parte da potência de hash do provedor, que representa os recursos computacionais usados para resolver problemas matemáticos complexos e validar transações na blockchain. À medida que a operação de mineração gera recompensas, como moedas recém-criadas ou taxas de transação, o provedor as distribui entre os usuários com base na potência de hash alocada.

A mineração em nuvem oferece acessibilidade a indivíduos ou empresas sem a experiência técnica ou recursos para se envolver em mineração tradicional. Ela elimina os custos iniciais de compra e manutenção de equipamentos de mineração, bem como as despesas contínuas com eletricidade, refrigeração e manutenção. No entanto, há considerações importantes e riscos associados à mineração em nuvem.

A lucratividade depende de fatores como preços de criptomoedas, dificuldade de mineração, duração do contrato e taxas cobradas pelo provedor. Os usuários devem pesquisar cuidadosamente e escolher provedores confiáveis para mitigar os riscos associados à dependência de terceiros. Além disso, os usuários têm controle limitado sobre a operação de mineração, incluindo configuração de hardware e seleção de pool de mineração.

Em resumo, a mineração em nuvem permite que os usuários aluguem remotamente recursos de mineração de um provedor, evitando a necessidade de equipamento físico de mineração. Os usuários celebram contratos de mineração, e o provedor opera o hardware de mineração, distribuindo recompensas com base na potência de hash alocada. A mineração em nuvem oferece acessibilidade, mas requer cuidadosa consideração de lucratividade, dependência de provedores e falta de controle.

Você achou este termo claramente definido?

Sim

Não

Explore Outros Termos de Criptomoedas

Oferta Circulante

Oferta circulante refere-se ao número total de moedas ou tokens de uma criptomoeda que estão atualmente em circulação pública e disponíveis para negociação ou transações.

Leia Mais

Divisão de Cadeia

Quando falamos de 'divisão de cadeia' no contexto da tecnologia blockchain, isso se refere a uma situação em que uma única rede blockchain se divide em duas ou mais cadeias separadas, cada uma seguindo seu próprio conjunto de regras e mantendo seu histórico de transações independente.

Leia Mais

Centralizado

No mundo das criptomoedas, 'centralizado' refere-se a um sistema ou criptomoeda controlado por uma autoridade ou entidade central. Isso contrasta com criptomoedas descentralizadas, como o Bitcoin, que operam em uma rede peer-to-peer sem uma autoridade central.

Leia Mais

Pessimismo

Nos mercados financeiros, o termo 'pessimismo' é usado para descrever um sentimento negativo ou pessimista sobre o preço ou as perspectivas futuras de um ativo, mercado ou economia em particular.

Leia Mais

Moeda

Uma moeda refere-se a um ativo digital que atua como uma forma de moeda dentro de uma rede blockchain ou criptomoeda específica. Ao contrário de moedas físicas, as moedas existem apenas em forma digital e são projetadas para permitir transações seguras e descentralizadas.

Leia Mais

Armazenamento a Frio

Armazenamento a frio é um método usado para armazenar criptomoedas com segurança offline, mantendo-as desconectadas da internet e inacessíveis a ameaças online.

Leia Mais

Carteira Fria

Uma 'carteira fria' refere-se a um tipo de carteira de criptomoedas projetada para armazenamento offline, mantendo as chaves privadas e ativos digitais seguros e isolados de ameaças online.

Leia Mais

Confirmação

No contexto de criptomoedas, 'confirmação' refere-se ao processo pelo qual as transações são validadas e adicionadas ao blockchain.

Leia Mais