Criptos:

109

Exchanges:

10

Carteiras:

109

Capitalização de Mercado:

$2,284,707,450,059

Volume 24h:

$34,723,894,181

Mineração

Compartilhar nas redes sociais

O que significa Mineração em termos de criptomoedas?

Mineração, no contexto da tecnologia blockchain, refere-se ao processo de validar e adicionar novas transações a uma rede blockchain. É um mecanismo fundamental que garante a integridade, segurança e descentralização do blockchain.

A mineração envolve o uso de hardware e software de computador especializados para realizar cálculos matemáticos complexos, frequentemente chamados de algoritmos de mineração ou quebra-cabeças criptográficos. Esses cálculos são projetados para serem computacionalmente intensivos e exigem uma potência computacional significativa.

Mineiros coletam transações pendentes na rede e verificam sua validade, garantindo que estejam em conformidade com as regras e protocolos de consenso do blockchain. Eles confirmam assinaturas digitais, verificam saldos disponíveis e verificam qualquer tentativa de gasto duplo.

Uma vez que as transações são verificadas, os mineiros agrupam-nas em um bloco. Cada bloco contém um conjunto de transações e um identificador único chamado 'cabeçalho de bloco'. O cabeçalho do bloco inclui metadados como uma referência ao bloco anterior, um carimbo de data/hora e um nonce (um número aleatório).

O processo de mineração envolve tentar encontrar um nonce adequado que, quando combinado com o cabeçalho do bloco, produza um valor de hash que atenda a critérios específicos definidos pelo algoritmo de consenso da rede. Esse processo, conhecido como proof-of-work (PoW), requer que os mineiros invistam recursos computacionais e compitam entre si para resolver o quebra-cabeça criptográfico.

O primeiro mineiro a encontrar um nonce válido e resolver com sucesso o quebra-cabeça transmite o novo bloco criado para a rede para validação. Outros mineiros verificam a solução e as transações do bloco, garantindo que o bloco esteja em conformidade com as regras de consenso da rede.

A mineração serve a vários propósitos no ecossistema blockchain. Primeiro, permite a validação e confirmação de transações, garantindo a precisão e integridade do blockchain. Em segundo lugar, ajuda a proteger a rede contra atividades maliciosas, já que alterar um bloco exigiria uma enorme quantidade de potência computacional e recursos.

Mineiros são incentivados a participar do processo de mineração por meio de recompensas em bloco. Quando um mineiro minera com sucesso um novo bloco, eles são normalmente recompensados com um certo número de tokens de criptomoeda recém-criados ou taxas de transação das transações incluídas. Esse mecanismo de recompensa incentiva os mineiros a contribuir com sua potência computacional para proteger a rede e manter as operações do blockchain.

É importante observar que diferentes redes blockchain podem usar diferentes mecanismos de consenso, como proof-of-stake (PoS) ou delegated proof-of-stake (DPoS), que têm variações no processo de mineração. Esses mecanismos se baseiam em diferentes princípios, como possuir uma participação na rede ou delegar poder de voto, em vez de depender apenas da potência computacional.

Em resumo, a mineração, no contexto da tecnologia blockchain, refere-se ao processo de validar e adicionar novas transações a uma rede blockchain. Envolve o uso de hardware e software de computador especializados para resolver quebra-cabeças matemáticos complexos. Mineiros verificam a validade das transações, agrupam-nas em blocos e competem para encontrar um nonce adequado que resolva o quebra-cabeça criptográfico. A mineração desempenha um papel crucial na manutenção da integridade, segurança e descentralização do blockchain. Mineiros são incentivados por meio de recompensas em bloco, geralmente na forma de tokens de criptomoeda. Os detalhes do processo de mineração podem variar dependendo da rede blockchain e do mecanismo de consenso utilizado.

Você achou este termo claramente definido?

Sim

Não

Explore Outros Termos de Criptomoedas

Mineiro

No contexto da mineração de criptomoedas, um mineiro refere-se ao dispositivo de hardware especializado usado para realizar as tarefas computacionais necessárias para validar e adicionar novos blocos a uma rede blockchain.

Leia Mais

Maximum Supply

Maximum supply refere-se ao número total ou à quantidade máxima de uma criptomoeda ou token específico que será criada ou disponibilizada no mercado.

Leia Mais

Masternode

Um masternode é um tipo de nó em uma rede blockchain que realiza funções especializadas além da verificação regular de transações e validação de blocos.

Leia Mais

Marketcap

Capitalização de mercado, frequentemente referida como 'market cap', é uma métrica financeira usada para medir o valor total ou o tamanho de uma empresa de capital aberto ou uma criptomoeda.

Leia Mais

Banish

Banish significa Token Não Fungível e representa um ativo ou item digital único que existe em uma rede blockchain.

Leia Mais

Nocoiner

O termo 'nocoiner' é uma gíria usada na comunidade de criptomoedas para descrever alguém que não possui ou não tem nenhuma criptomoeda.

Leia Mais

Paper Wallet

Uma paper wallet é uma forma de armazenamento offline para criptomoedas. Envolve gerar e imprimir as chaves pública e privada associadas a uma carteira de criptomoedas em um pedaço físico de papel ou outro material durável.

Leia Mais

Portfólio

No contexto de finanças e investimentos, um portfólio refere-se a uma coleção ou combinação de vários ativos detidos por um indivíduo ou entidade.

Leia Mais