Criptos:

109

Exchanges:

10

Carteiras:

109

Capitalização de Mercado:

$2,288,997,093,709

Volume 24h:

$32,426,372,987

Consenso

Compartilhar nas redes sociais

O que significa Consenso em termos de criptomoedas?

Consenso, no contexto de sistemas distribuídos como blockchain, refere-se ao acordo coletivo entre participantes sobre a validade e a ordem de transações ou alterações no estado do sistema. É um princípio fundamental que permite que redes descentralizadas funcionem de forma segura e mantenham um livro-razão compartilhado e confiável.

Em uma rede descentralizada, não há uma autoridade central para ditar ou verificar transações. Em vez disso, vários nós ou participantes trabalham juntos para validar e concordar com o estado da rede. Mecanismos de consenso estabelecem regras e protocolos que garantem acordo entre os participantes, mesmo na presença de conflitos potenciais ou atores mal-intencionados. O consenso é essencial para manter a integridade e a segurança da rede. Ele previne gastos duplos, fraudes e outras atividades maliciosas, garantindo que as transações sejam válidas e acordadas pela maioria dos participantes. Também garante que todos os nós na rede tenham uma visão consistente e sincronizada do livro-razão compartilhado.

Vários mecanismos de consenso foram desenvolvidos para alcançar acordo em redes descentralizadas. Um mecanismo bem conhecido é o Proof of Work (PoW), usado por criptomoedas como o Bitcoin. No PoW, participantes, conhecidos como mineradores, competem para resolver problemas matemáticos complexos, exigindo esforço computacional. O primeiro minerador a resolver o problema pode adicionar um novo bloco ao blockchain e é recompensado pelo seu trabalho. Esse processo competitivo garante acordo e segurança contra manipulação da rede.

Outro mecanismo de consenso é o Proof of Stake (PoS), usado por criptomoedas como o Ethereum. No PoS, participantes, chamados validadores, são escolhidos para criar novos blocos com base em sua propriedade ou 'participação' na criptomoeda. Os validadores são selecionados com base em fatores como o número de moedas que possuem ou sua reputação dentro da rede. Esse mecanismo reduz a necessidade de poder computacional extensivo e consumo de energia, tornando-o mais eficiente em comparação com o PoW.

Outros mecanismos de consenso, como Delegated Proof of Stake (DPoS), Practical Byzantine Fault Tolerance (PBFT) ou Grafos Acíclicos Direcionados (DAG), também foram desenvolvidos, cada um com sua abordagem única para alcançar consenso.

Em resumo, consenso em sistemas descentralizados refere-se ao acordo coletivo entre participantes sobre a validade e a ordem de transações ou alterações no estado do sistema. Mecanismos de consenso estabelecem regras e protocolos para garantir acordo e segurança contra atividades maliciosas. Vários mecanismos de consenso, incluindo Proof of Work e Proof of Stake, foram desenvolvidos para alcançar consenso de maneiras diferentes. O consenso é crucial para manter a integridade e a confiabilidade de redes descentralizadas como blockchain.

Você achou este termo claramente definido?

Sim

Não

Explore Outros Termos de Criptomoedas

Criptomoeda

Criptomoeda refere-se a uma forma digital ou virtual de moeda que depende de técnicas criptográficas para segurança e opera em redes descentralizadas chamadas blockchains.

Leia Mais

Crypto

'Crypto' é um termo que é uma abreviação de 'criptomoeda' ou 'moeda criptográfica'. Refere-se a moedas digitais ou virtuais que utilizam criptografia para segurança e operam em redes descentralizadas chamadas blockchains.

Leia Mais

Correção

No contexto dos mercados financeiros, 'correção' refere-se a um movimento temporário de reversão ou ajuste no preço de um ativo ou mercado que o coloca de volta em linha com seu valor fundamental.

Leia Mais

Confirmação

No contexto de criptomoedas, 'confirmação' refere-se ao processo pelo qual as transações são validadas e adicionadas ao blockchain.

Leia Mais

DAO

DAO, ou Organização Autônoma Descentralizada, refere-se a um tipo de organização ou entidade que opera por meio de contratos inteligentes em uma blockchain, com decisões tomadas coletivamente por seus participantes, em vez de uma autoridade central.

Leia Mais

dApp

Uma dApp, abreviação de Aplicativo Descentralizado, refere-se a um aplicativo que opera em uma rede descentralizada, geralmente uma blockchain.

Leia Mais

DeFI

DeFi, abreviação de Finanças Descentralizadas, refere-se a um movimento e ecossistema em rápido crescimento que tem como objetivo recriar sistemas e serviços financeiros tradicionais usando tecnologias descentralizadas, especialmente blockchain e contratos inteligentes.

Leia Mais

DEX

Um DEX, abreviação de Exchange Descentralizada, refere-se a um tipo de exchange de criptomoedas que opera em uma rede descentralizada, tipicamente utilizando tecnologia blockchain.

Leia Mais